sábado, 24 de dezembro de 2011

A Astronomia e o Natal

Hoje em dia muita gente já tem conhecimento de que o Natal é uma celebração com a data ajustada para satisfazer alguns interesses que remontam ao clero do império romano, mas o que pouca gente sabe é que a própria história de Jesus Cristo pode não passar de uma grande metáfora do trajeto feito pelo Sol no céu durante o período de um ano. E como Astronomia é praticamente a mãe da Física, juntamente com a Astrologia (sim, quele lance de Horóscopo e Signos), nada mais justo do que explicar a vocês o quanto há de Ciência e Misticismo no Natal e na própria vida de Cristo. No entanto saibam que eu não quero contestar a fé de ninguém, mesmo porque eu sou Cristão e não me importa o que aconteceu ou não na época de Cristo, a única coisa que me interessa são seus ensinamentos, que são universais, visto que visam apenas a Paz, Harmonia e Amor entre os seres humanos e a natureza.


Fatos:

1. O Sol não descreve sempre a a mesma trajetória no céu durante o ano, no inverno (do hemisfério norte, o que para nós é o verão) ele vai se "deitando" cada vez mais.
2. Próximo ao período que chamamos de Natal, dias 22 ao 24, o Sol aparece no horizonte sempre na mesma posição, ou seja, ele morre por 3 dias, exatamente no ponto de encontro entre o horizonte e o eixo da constelação do Cruzeiro do Sul (Cruz).
3. Após este período ele volta a se mover, subindo um pouco, mas só vai alcançar sua luminosidade plena em abril, durante a época que chamamos de Páscoa, que no hemisfério norte é marcada pelo início da primavera.


Religião:

1.  Jesus nasceu no ano 1 desta era e viveu até seus 33 anos quando foi crucificado, isto é, morto em um cruz.
2. Diz-se que a data de seu nascimento é 25 de dezembro, porém o símbolo que o representa é Peixes, o que pode significar que ele nasceu durante o mês de peixes (início da primavera boreal) ou que nasceu durante a Era de peixes, da qual ele seria o grande avatar ou um líder espiritual.
3. Diz-se que ele morreu na cruz e ressuscitou no 3º dia, subindo aos céus e depois retornando, como o Espírito Santo.


Mitologia:

1. Vários personagens mitológicas e/ou religiosas nasceram no mesmo dia que Cristo, como Mitra e Krishna.
2. Todos estes personagens passaram por provações como Cristo e tiveram também uma geração e nascimento especiais, bem como 12 discípulos e também foram perseguidos e executados.
3. a palavra cristo vem do grego, Krestus, que quer dizer Ungido, e a única referência que se tem a este personagem é na bíblia, nenhum vários historiadores que viveram nos primeiros séculos da nossa era jamais citou o nome Jesus Cristo ou registrou algo da história deste personagem, tão importante na história do mundo.

Talvez alguns de vocês já tenham notado a relação.

Para alguns estudiosos a história de Cristo não passa de uma fábula muito bem elaborada para conseguir contem a avalanche cristã que não parava de crescer. Porém, eu acredito que Cristo não apenas existiu como fez muitas das coisas que lhe é atribuída, porém, ele pode não ter passado de um homem comum, que soube transmitir palavras de amor e liberdade do espírito, temas que incomodaram e muito os líderes políticos e religiosas da época. Porém, suas palavras foram distorcidas, mal utilizadas e muito se matou em seu nome, o que é uma verdadeira tristeza. E hoje vivemos em uma época que muitos como ele são sacrificados, por lutarem pela humanidade, por dizer a verdade, por querer um mundo mais justo, e não diferente de 2000 anos atrás, isto AINDA incomoda muito os líderes políticos e religiosos etc.

A explicação:

Cristo é o típico avatara solar. Sua história nada mais é que uma interpretação do que ocorre com o Sol durante o ano. O Sol nasce (e renasce) na primavera, quando seu brilho esta para alcançar o maior esplendor, aquecer as casas e trazer a vida às plantações. Assim como Cristo, o Sol ilumina nossas vidas e nos liberta, permitindo que não temamos mais as trevas e e frio, e possamos viver o mundo claro e cheio de vida. Então tempo passa, e ele começa a se deitar, o frio vai chegando e as plantações vão morrendo, a neve cai, as trevas cobrem os céus. Então ele (o Sol) "morre", por três dias, sob a cruz (do Cruzeiro do Sul). Jesus não morreu nem nasceu no Natal, mas a data foi escolhida para se unir às festividades romanas do Solstício.  Então ele (o Sol) renasce, se levanta e seu brilho começa a aumentar, porém sua beleza completa só acontecerá próximo ao período da Páscoa (que pode cair entre 22 de março a 25 de abril), início da primavera, quando o Sol volta a viver, ressuscitado e luminoso, por isso se comemora o renascimento de Cristo apenas neste período, quando o Sol brilha mais forte.

Enfim, desejo a vocês num Natal cheio de alimento para o corpo e para o espírito. Que a cada dia que passa, nos tornemos mais sábios, mais amorosos, mais livres e mais felizes.


FELIZ NATAL!

ps - para mais informações, assista: Zeitgeist.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Recuperação Final 2011

Conteúdos Contemplados na Prova de Recuperação

1ºANO
  1. Grandezas e Unidades (Saber distinguir e definir)
  2. Adição de Vetores (Cálculo)
  3. Quantidade de Movimento (Saber relacionar e definir)
  4. Teorema do Impulso (Cálculo)
  5. Leis de Newton (Noções Numéricas e Conceituais)
2ºANO
  1. Hidrostática (Saber distinguir e definir a função de cada grandeza envolvida)
  2. Pressão (Cálculo)
  3. Reflexão e Refração (Saber distinguir e definir)
  4. Velocidade Angular (Cálculo) 
  5. Velocidade da Onda (Noções Numéricas e Conceituais)
3ºANO
  1. Eletrodinâmica (Saber distinguir e definir a função de cada elemento em um circuito)
  2. 1ª Lei de Ohm (Cálculo)
  3. Campo Magnético (Saber distinguir e definir tipos diferentes de campos)
  4. Cálculo de Campo Magnético
  5. Noções Gerais sobre Magnetismo (Descoberta e Comportamento dos Ímãs)
Ainda existe um trabalho a ser feito em casa, mas tenho que distribuí-lo pessoalmente em sala, pois o tema é escolhido individualmente.

As datas da prova + entrega do trabalho dependem do horário de recuperação, que ainda não tenho em mãos.

Bons estudos!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Filmes em 6D?



Na Globo News está passando uma reportagem sobre uma "novidade" Filmes em 6D. Seriam 3 (!) dimensões espaciais, mais o movimento da cadeira, mais sensações táteis (como espirrar água) e cheiro.


Te dou "6 dimensões" do problema pra você não acreditar nessa bobagem:


Fora o sentido do olfato, eu fui num cinema destes em 1995 na Disney, então não é novidade alguma.


Tato e olfato não são dimensões (muito menos espaciais). São sentidos do organismo.


Os filmes não são em 3D, são em visão estéreo, pois são duas imagens 2D, vistas ao mesmo tempo, cada uma por um olho.


Se fosse 3D, cada pessoa no cinema veria o filme de uma perspectiva diferente. Por exemplo, alguém na ponta direita veria o número 3 em um dado enquanto alguém na esquerda veria o 4 (o que é impossível por enquanto, pois no cinema temos dezenas de pessoas assistindo e o filme foi filmado apenas com 2 lentes).


 E mais, ninguém consegue enxergar em 3D, pois assim como a câmera de 2 lentes, nós temos apenas 2 olhos nos quais as imagens são projetadas na tela chamada retina. Então, tudo o que vemos não passa da mesma ilusão que vemos no cinema chamado 3D.


Se pudéssemos ver o mundo em 3D, teríamos que ter um órgão de visão bem diferente, pois teríamos que ver todas as 6 faces de um dado ao mesmo tempo. Assim como podemos ver todo conteúdo de uma foto (2D) ao mesmo tempo.




E aí? Ficou confuso?


Este vídeo está em inglês, mas dá uma boa explicação sobre 2D, 3D e 4D!